Estreia de “Bita e a Imaginação que Sumiu”

“Estamos migrando da plataforma digital para o real”, relata o pernambucano João Henrique, um dos criadores do personagem e autor da adaptação musical teatral “BITA E A IMAGINAÇÃO QUE SUMIU”, dirigida por Alessandra Colasanti, que estreia dia 05 de Agosto no Teatro Frei Caneca.

“É uma experiência enriquecedora interagir, ao vivo, com o nosso público, através de uma peça de teatro. Esta nova linguagem do BITA contribuirá, ainda mais, para a função educativa e social dos personagens com a plateia infantil”, conclui João.

“BITA E A IMAGINAÇÃO QUE SUMIU” é uma montagem que se apropria de técnicas transmídia e linguagem multiplataforma, além de apresentar uma dramaturgia construída exclusivamente para o teatro, com 11 músicas autorais, divertidas e educativas, que já fazem sucesso na internet.

Divulgação

Seis atores/cantores, Barbara Mendes, Isabella Quadros, João Manoel, Robson Lima, Rodrigo Drade e João Velho, interpretando o personagem título, foram escolhidos em audição para o espetáculo. Pedro Lima assina a direção vocal, Renato Linhares a direção de movimento e Clívia Cohen a direção de arte. “Bita e a Imaginação que Sumiu” fica em cartaz no Teatro Frei Caneca aos sábados e domingos às 15h de 05 de Agosto até 29 de Outubro.

O musical conta a aventura do personagem título e seus amigos: Lila, Tito e Dan, que precisam reverter uma inesperada falta de imaginação no planeta em que habitam. O desenho animado foi o primeiro filme de animação feito no Norte/Nordeste, exibido na programação diária de um canal de televisão. BITA E A IMAGINAÇÃO QUE SUMIU é fruto de uma parceria entre a empresa criadora dos personagens, Mr.Plot e a Gávea Filmes, produtora de cinema e teatro.

“Bita surgiu, na verdade, para ilustrar o quarto da minha primeira filha, em 2011. Ele foi criado para essa geração de crianças que está aqui”, comenta Chaps Melo, autor das canções que ilustram os vídeos do youtube e o espetáculo. “Conheci os personagens através da minha assistente Marcela, que tem uma filha pequena que adora os desenhos e foi a maior incentivadora para a realização da montagem”, conta Bianca de Felippes que produz o espetáculo em parceria com Gabriel Bortolini.

O Mundo Bita é um planeta distante, que fica na Galáxia da Alegria. Lá moram Bita e pequenos seres verdes, chamados Plots. Nesse lugar tudo é movido a um combustível especial: imaginação. Um dia os Plots percebem a falta deste ingrediente no reservatório do planeta. Cabe ao protagonista viajar para a Terra com seus amigos na tentativa de solucionar a questão.

Divulgação

Serviço:

Bita e a Imaginação que Sumiu

Quando?  De 05 de agosto até 29 de Outubro

Onde? Teatro Frei Caneca (R. Frei Caneca, 569 – Consolação, São Paulo)

Que dias e horários? Sábados e domingos às 15h

Qual a duração? 50 minutos

Pra que idade? Livre

Quanto custa? R$60 (inteira)

Local:

Seja o primeiro a comentar em "Estreia de “Bita e a Imaginação que Sumiu”"

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.


*