MACHU PICCHU, O MAIOR CARTÃO POSTAL DO PERU

Herdeiro de uma cultura milenar, o Peru tem uma das atrações mais enigmáticas e interessantes de toda a América Latina: Machu Picchu. Considerada uma região mística, o local foi descoberto pelo historiador americano Hiram Bingham em 1911 e proporciona uma experiência única aos viajantes.

Traduzido do quéchua, língua da região, Machu Picchu significa “montanha velha” e, por isso, a cidade inca possui uma misteriosa e complexa arquitetura encastelada. Com construções impressionantes erguidas com blocos pesados de rocha, o lugar foi eleito Patrimônio Cultural e Natural da Humanidade pela Unesco.

Como chegar

A cidade está a 112 quilômetros de Cusco e a 2.350 metros acima do nível do mar e, para visitá-la, é necessário fazer reserva prévia – há um número limitado de turistas para evitar a degradação do sítio.

Feito isso, é bom saber que a maioria das passagens aéreas inclui escala em Lima, capital do país, para seguir para Cusco – em voo direto, com algumas companhias aéreas (Lan, Avianca, Peruvian Airlines, Taca e Star Perú). A boa notícia é que o Aeroporto Alejandro Velasco Astete, que atende a cidade de Cusco, está a apenas quatro quilômetros do local.

Para chegar a pé até Machu Picchu, uma das opções é a trilha inca, que oferece várias rotas para alcançar o topo. A mais tradicional leva quatro dias e no caminho passa pelas montanhas Warmiwañusqa e Runkuraqay, que ficam a 4.200 e 3.680 metros acima do nível do mar, respectivamente. Outra opção é por meio dos trens, que fazem o trajeto operados pela Inca Rail e pela Peru Rail, com três opções de viagens por dia entre Cusco e Aguas Calientes.

Texto e Fotos: Assessoria de Imprensa Viajanet

Seja o primeiro a comentar em "MACHU PICCHU, O MAIOR CARTÃO POSTAL DO PERU"

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.


*