O Rouxinol e o Imperador Chinês, da Cia Imago, no Teatro Alfa

Encenado no formato de teatro negro (formas animadas criadas com luzes coloridas e bonecos manipuláveis) da Cia Imago, O Rouxinol e o Imperador Chinês, livre adaptação da fábula de Hans Christian Andersen, está em cartaz no Teatro Alfa.

Com mais de 20 espetáculos no currículo, em 2017 a companhia completa 18 anos de existência. O novo espetáculo que estreia no Alfa segue a linha estética e dramática das adaptações anteriores da cia, como A Flauta Mágica, Pedro e o Lobo, João e Maria e Alice no País das Maravilhas, entre outras. Os trabalhos da Imago foram reconhecidos nas duas últimas décadas pelos prêmios mais expressivos do teatro infantil, como o APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) e o extinto Coca-Cola Femsa, hoje Prêmio São Paulo de Incentivo ao Teatro Infantil e Jovem.

A fábula O Rouxinol e o Imperador Chinês encanta por seu conteúdo e pelo enredo poético. O poder transformador da música e a necessidade vital da liberdade entre tudo e todos são os principais temas do conto de Hans Christian Andersen, em que um imperador é deixado por seu amigo e confidente Rouxinol após se deslumbrar por uma ave mecânica adornada com pedras preciosas e que sempre emite o mesmo canto.

Nesses 20 anos de trajetória, o encenador Fernando Anhê perdeu a conta do número de trabalhos em seu currículo, entre peças de teatro de bonecos, óperas e balés. Alguns espetáculos da Cia Imago, como Pedro e o Lobo (com 13 anos), Alice no País das Maravilhas, A Flauta Mágica, Carnaval dos Animais e João e Maria são requisitados sempre para apresentações.

Uma das marcas da Cia Imago é o uso da técnica do teatro negro, em que os bonecos parecem mover-se livremente, voar, aparecer ou desaparecer, como se tivessem vida própria, em efeitos óticos estimulantes para todas as crianças. A atmosfera onírica também é definida pela cor fluorescente dos objetos de cena.

A fábula

O império chinês era tema de diversos livros por ser considerado o mais belo império do mundo. Através de um deles, o imperador chinês descobriu a existência de um rouxinol e seu maravilhoso canto, considerado o que havia de mais encantador em todo o império.

Diante de tal revelação, o imperador ordena a busca imediata do pássaro. Encantado com o trinado do rouxinol, o soberano convida o rouxinol para morar em seu palácio. Deixando de cantar livremente pelos bosques, o rouxinol aceita o convite. Mesmo com sua liberdade cerceada, o pássaro torna-se amigo e confidente do imperador. A bela e sincera amizade entre a ave e o soberano só é seriamente abalada quando o imperador é presenteado com um rouxinol mecânico.

Divulgação

Serviço:

O Rouxinol e o Imperador

Quando? Até 26 de novembro

Onde? na Sala B do Teatro Alfa (R. Bento Branco de Andrade Filho, 722 – São Paulo)

Que dias e horários? Sábados e domingos, às 16h

Pra que idade? Livre (recomendado para crianças a partir de 3 anos)

Quando custa? R$35 (inteira)

Local:

Seja o primeiro a comentar em "O Rouxinol e o Imperador Chinês, da Cia Imago, no Teatro Alfa"

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.


*