Um dia “de adulto” no Kidzania

Um dia desses levei o pequeno para conhecer e se divertir no Kidzania, um parque indoor em formato de cidade em escala infantil, que fica dentro do Shopping Eldorado, em São Paulo.

Kidzania

Mas como é e como funciona o Kidzania? Para quem não conhece, o Kidzania é uma cidade mesmo, com direito a bancos, restaurantes, comércio, fábricas e até moeda e idioma próprios, em que crianças de 3 a 14 anos “viram adultos” e realizam diversas atividades que imitam o mundo real. São mais de 50 atrações em que os pequenos vivem situações reais e experimentam profissões da vida adulta.

Todas as atividades levam o nome de empresas/marcas super conhecidas e, dentre as mais concorridas, estão: o corpo de bombeiros, a delegacia de polícia, o hospital, a escola de aviação da Latam, a fábrica de balas Fini e de suco Sufresh, a hamburgueria do Buguer King e a pizzaria da 1900 Pizzaria, mas também tem autoescola, banco, escola de gastronomia, estúdios de fotografia, gravação e música, posto de combustível, escola de pintura e muitas outras.

Oficina do Hamburguer – Burger King

Profissão Pizzaiolo – Pizzaria 1900

Academia de Aviação – LATAM

Já aviso que é impossível fazer tudo em uma única visita. O que eu sugiro é que os pais (ou adultos acompanhantes) baixem o mapa logo na entrada, ajudem as crianças a escolher as atrações que elas mais gostariam de fazer de acordo com os gostos e o perfil de cada uma e tracem um roteiro porque, acreditem, quando a criançada entra e vê tudo acontecendo ao mesmo tempo na cidade, elas ficam doidas e não sabem para onde ir nem por onde começar.

Como em todo o parque de diversões, as atrações têm filas e, dependendo do dia e da época do ano, elas podem ser bem demoradas, mas valem a espera. Todas as atrações têm uma plaquinha informativa afixada na entrada. Ali estão todas as informações sobre a atividade: o que é e o que a criança irá fazer, qual a idade mínima permitida, quantas crianças participam por vez, qual o tempo de duração da atividade e se a criança paga ou recebe kidzos – a moeda oficial do Kidzania – ao participar da atração.

Sim, dinheiro (mas de mentirinha, para a brincadeira ficar ainda mais real)! Como para tudo que fazemos na vida precisamos de dinheiro, no Kidzania não é diferente… lá, a criançada vai ter que tomar conta do seu dinheiro, fazer contas e aprender a administrar seus kidzos, que são recebidos na entrada do parque.

Corpo de Bombeiros

Hotel em Chamas para a atividade dos bombeiros

O legal é que tem atividades que, por realizar um serviço, as crianças recebem kidzos como pagamento; já em outras, elas precisam pagar para participar e, se por acaso, acabar o dinheiro, é só participar das atividades que “pagam” pelos serviços prestados e continuar brincando. Mas, como eu disse antes, o dinheiro é fictício; portanto, o valor para entrar no Kidzania é fixo e o ingresso dá direito a brincar o quanto quiser.

Crianças de qualquer idade podem entrar no Kidzania, porém, as atividades são para maiores de 3 anos (menores de 3 anos não pagam ingresso e só podem participar de uma atividade: a Escolinha Play-Doh). Meu filho, de 4 anos, curtiu bastante, brincou e aprendeu muito, mas eu acho que a idade ideal para aproveitar tudo o que as atrações oferecem é a partir dos 6/7 anos.

Já os adultos, são meros acompanhantes. Como o Kidzania é uma cidade para as crianças, só elas podem participar das atividades; nós, pais, ficamos ali só olhando, acompanhando e babando vendo nossos filhos brincar de ser adultos.

A Cidade

Um ponto muito positivo é que, por estar dentro de um shopping, o Kidzania é um parque totalmente coberto, então, faça calor, frio, chuva ou sol, dá para aproveitar sempre. Ah, e se a fome bater, lá dentro tem algumas opções de restaurantes e fast food, mas ai, nada de kidzos… você vai precisar de Real mesmo 😉

Eu achei o Kidzania um parque de diversões diferente e fantástico. É, com certeza, um lugar que ainda vamos voltar muitas e muitas vezes.

Seja o primeiro a comentar em "Um dia “de adulto” no Kidzania"

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.


*