Pequena Magdalena, da Companhia de Copas, no Teatro Alfa

Após o sucesso da peça Meu Amigo Inventor, em que o artista e inventor Leonardo Da Vinci vem do passado conhecer as brincadeiras e hábitos das crianças do presente, a premiada Companhia de Copas, formada por Luciana Castellano e Victor Merseguel, renova a parceria com o diretor Fernando Escrich e com o dramaturgo Celso Correia Lopes no inédito Pequena Magdalena.

A peça parte da infância da pintora mexicana Frida Kahlo (1907 – 1954) para contar aos pequenos uma história sobre aceitação, superação e respeito às diferenças, além de temas que, hoje, cada vez mais, estão ligados à figura da artista, como igualdade de gênero e empoderamento feminino. O espetáculo estreia dia 4 de agosto, sábado, às 17h30, no Teatro Alfa.

Na história, que se passa na véspera do Día de Los Muertos (uma importante celebração mexicana que acontece no dia 2 de novembro e corresponde ao Dia de Finados no Brasil), Magdalena (Frida) tem a difícil tarefa de salvar a festividade depois de causar um enorme acidente e para isso, conta com a ajuda de Miguel, um menino que é conhecido por todos pelo seu jeitão diferente e hábitos peculiares, como o de caçar morcegos e aranhas; por exemplo. Miguel é filho de Dona Consuelo, a zeladora do cemitério, e por isso mora lá. Magdalena também possui suas diferenças. Traz consigo, em sua perna direita, as marcas de uma grave doença que teve aos seis anos; doença essa que a obriga a se superar e se manter hábitos bem distintos de outras meninas de sua idade e época, como andar de bicicleta, lutar boxe, jogar futebol etc. O acidente causado por Magdalena, põe em risco uma parte importante de um ritual que consiste em preparar a entrada dos parente e amigos que já se foram ao mundo dos vivos; e sem isso a festa mais tradicional e conhecida do México não poderia acontecer naquele cemitério!

Divulgação

Sinopse

Magdalena Carmem Frida Kahlo Y Calderon, nascida e criada no México, é uma menina que traz em uma de suas pernas as marcas de uma grave doença. Por conta disso, sofre com brincadeiras de mau gosto e com a solidão; mas não deixa de ser uma criança espevitada e ativa. Às vésperas do Dia dos Mortos, uma animada festa do México, a arredia e arisca Magdalena se envolve em uma grande confusão e corre o risco de arruinar a mais tradicional festa de seu país.

Serviço:

Pequena Magdalena

Quando? De 4 de agosto a 30 de setembro

Onde? Sala B do Teatro Alfa (Rua Bento Branco de Andrade Filho, 722, São Paulo)

Que dias e horários? Sábados e domingos, às 17h30

Qual a duração do espetáculo? 55 minutos

Quanto custa? R$ 40,00 (inteira para adultos) e R$ 20,00 (meia para crianças, estudantes e maiores de 60 anos).

Pra que idade? Livre. Indicado para crianças a partir de 5 anos.

Seja o primeiro a comentar em "Pequena Magdalena, da Companhia de Copas, no Teatro Alfa"

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.


*