Tigris, a nova montanha russa do Busch Gardens

O Busch Gardens Tampa Bay consolida sua posição como líder em atrações radicais da Flórida com o lançamento da Tigris, nova montanha-russa de aço, com triplo arremesso e considerada a mais alta deste tipo na Flórida. A novidade chega ao parque no segundo trimestre de 2019.

Em uma experiência inovadora, a Tigris levará os aventureiros para voltas em looping, quedas ousadas, uma subida impulsionada de  45 metros de altura e um giro no próprio eixo, tudo isso a quase 100 km/h. A Tigris proporcionará uma jornada por mais de 500 metros de trilhos de aço projetados para simular a inspiradora agilidade de um dos felinos mais poderosos do mundo, o tigre.

“A Tigris será um incremento muito forte para a nossa família de atrações radicais já mundialmente consagradas. Com três intensos e empolgantes pontos de arremessos, essa atração é incomparável,” disse Stewart Clark, presidente e gerente geral do Busch Gardens Tampa Bay. “Essa novidade é a prova do nosso continuo processo de investimento no parque, e trará uma inovadora experiência para nossos visitantes.”

Divulgação

Para consolidar ainda mais a liderança do Busch Gardens como principal parque da Flórida em atrações radicais, mais novidades surgem no horizonte – uma segunda atração radical chegará à área da Gwazi em 2020.

As novidades irão se juntar a lista de atrações favoritas dos amantes de adrenalina, que inclui Cheetah Hunt, a mais longa montanha-russa do parque, SheiKra, uma montanha-russa sem piso de 60 metros de altura, Falcon´s Fury, uma torre de queda livre de 100 metros de altura, Montu, uma montanha-russa invertida, Kumba e Cobra´s Curse, para citar algumas.

Com o nome inspirado no maior felino do mundo, Panthera tigres, a nova atração está sendo construída na área da Stanleyville próximo à Jungala, lar dos tigres de bengala, espécie que está em extinção. Além deles, o Busch Gardens é lar de tigres-malaios, uma subespécie que apresenta menos de 500 indivíduos remanescentes na vida selvagem. Os felinos residentes do parque fazem parte do Plano de Sobrevivência de Espécies da Association of Zoos & Aquariums.

Divulgação

Mais de 100 mil tigres viviam nas terras e florestas asiáticas há cerca de 100 anos. Agora, todas as subespécies deste felino estão em extinção, e há menos de quatro mil tigres remanescentes na vida selvagem. Entre os principais motivos da extinção da população de tigres estão caça furtiva, invasão humana nos habitats, desmatamento e perda de espécies de presas vitais.

A fila da nova montanha-russa Tigris terá conteúdo educacional sobre a difícil situação destes animais na vida selvagem e o que os conservacionistas – incluindo o SeaWorld & Busch Gardens Conservation Fund – estão fazendo para salvá-los. Além disso, a compra de qualquer mercadoria na loja de presentes da Tigris fará a diferença, já que 5% do valor da venda será doado para o SeaWorld & Busch Gardens Conservation Fund para proteger os tigres e seus habitats.

Seja o primeiro a comentar em "Tigris, a nova montanha russa do Busch Gardens"

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.


*