PASSEIOS INCRÍVEIS NO MATO GROSSO

O Brasil é um país de dimensões continentais e paisagens apaixonantes. De norte a sul, não há um só turista, brasileiro ou estrangeiro, que não conheça ou que deseja conhecer as praias de águas cristalinas do Nordeste, as cidades históricas de Minas Gerais ou as colônias de imigrantes europeus no Rio Grande do Sul. Ainda assim, há muitos destinos pouco explorados, que escondem paisagens deslumbrantes e admiráveis.

No Mato Grosso, único estado brasileiro a ter, sozinho, três dos principais biomas do país (Amazônia, Cerrado e Pantanal), não faltam atrações.

Chapada dos Guimarães
Parque nacional localizado a pouco mais de uma hora da capital, Cuiabá. Reúne atrações como cavernas, lagoas e cachoeiras. Seus paredões de arenito vermelho-alaranjado – marcas registradas da região – têm mais de 150 km de extensão. A cidadezinha que leva o mesmo nome da reserva é um típico município do interior, com construções antigas e uma bucólica igreja com uma praça onde, aos finais de semana, funciona uma feirinha de artesanato durante o dia.

Veja o que visitar:

Cachoeira Véu de Noiva: Com mais de 80 metros de queda, o acesso à parte baixa está fechado, mas é de um mirante que se pode observar a queda d’água e belas araras vermelhas que sobrevoam o local. É o único passeio que não necessita de guia credenciado e agendamento.

Cachoeira Véu de Noiva

Circuito das Cachoeiras: Acessível por meio de trilha (com cerca de 7 km de percurso, ida e volta), conta com sete cachoeiras com alguns pontos onde o banho é permitido. Durante toda a trilha, que leva o dia inteiro, há mirantes com vista para os paredões da Chapada e para a mata. Difícil vai ser resistir e não parar algumas vezes para fazer fotos deslumbrantes da região.

Morro dos Ventos: De um mirante a 800 metros de altura, com estrutura de aço afixada na rocha, os turistas se encantam com os paredões e precipícios da Chapada. No local, um restaurante de mesmo nome serve pratos típicos da região servidos em panelas de ferro, como o Maria Isabel, preparado com carne seca e arroz.

Paredões da Chapada

Nobres

Com rios cristalinos cheios de peixes, grutas e cachoeiras, o local lembra Bonito (MS), com ótimos locais para praticar mergulho e flutuação, mas com preços mais em conta. A uma hora e meia de Cuiabá, é na região de Bom Jardim que estão a maior parte dos atrativos. Para todos os passeios é preciso comprar ingresso (que inclui guia). Conheça alguns locais imperdíveis:

Aquário Encantado: Como o nome diz, é literalmente um aquário natural escondido entre as árvores, com as águas de um azul límpido, cristalino e uma variedade de peixes impressionante. No local, a flutuação é feita com guia. Colete salva-vidas, snorkel e calçados apropriados são indispensáveis e fornecidos por quem organiza o passeio. Não é permitido pisar no chão, para não a areia fina e atrapalhar a visão que se tem dos peixes que acompanham o tour.

Rio Salobra: Ao lado do Aquário Encantado, não tem nada de salobra, ao contrário do nome, mas tem uma leve correnteza. Com snorkel, é possível fazer o trajeto com mais de 1 km vendo diversas espécies de peixes da região. Também não é recomendado colocar o pé no chão durante o percurso.

Lagoa das Araras

Lagoa das Araras: É no final da tarde, ao pôr do sol, que araras, maritacas e periquitos se reúnem no lago e encantam os turistas. É preciso ter paciência para apreciar e se encantar com os pássaros. Neste passeio, binóculos também são bem-vindos.

Texto e fotos: B4Tcomm

Seja o primeiro a comentar em "PASSEIOS INCRÍVEIS NO MATO GROSSO"

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado.


*